Mengão é condenado a pagar dívida a Everton Cardoso

Mengão é condenado a pagar dívida a Everton Cardoso

Jogador que passou pelo clube cobrou na justiça mais de R$ 4 milhões de reais de indenização, porém valor foi bem menor

Na tarde dessa terça (08) a justiça condenou o Flamengo a pagar uma dívida ao ex-atacante do clube Everton Cardoso. Em decisão que foi assinada pelo juiz substituto Leonardo Campos Mutti, da decima segunda vara do trabalho do Rio de Janeiro do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, condenou ao time da Gávea a pagar R$ 600 mil ao jogador que hoje atua pelo Grêmio de Porto Alegre.

O jogador cobrou na justiça um valor milionário de mais quase quatro milhões e meio do Mais Querido do Brasil. Entretanto, na decisão, o magistrado acolheu o pedido de prescrição do primeiro contrato do atacante com o Flamengo, feito em 17/04/2014 a 31/12/2019 contato esse que ocorreu enceramento antecipado no dia 17 de abril de 2018 tudo isso causado por um pedido de demissão do jogador, à época.

Everton foi muito importante no título do Campeonato Brasileiro de 2009, após lesão do lateral esquerdo Juan o jogador foi improvisado na lateral esquerda. Além da conquista do Campeonato Brasileiro de 2009 Everton em seu retorno ao Mengão, ele conquistou: Taça Guanabara 2014 e 2018, Campeonato Carioca 2014 e 2018 pelo Mais Querido do Brasil

Jogador que hoje está no Grêmio de Porto Alegre não vem conseguindo se firmar na equipe titular mesmo com a saída do Renato Gaúcho. O jogador rodou por vários times após sair do Mengão.

Flamengo enfrenta o Coritiba pelo Campeonato Brasileiro de 2021

Mengão volta a campo pelo Campeonato Brasileiro na próxima quinta-feira ( 10), o jogo vai ser contra o Coritiba, as 19:30, horário de Brasília, no Couto Pereira no Paraná.  O time da Gávea venceu sua primeira partida contra o Palmeiras e acumula 3 pontos, a partida contra o time paranaense foi adiada devido a quantidade de jogadores convocados para as eliminatórias e seleções olímpicas.  

Instagram: Clique aqui

Twitter: Clique aqui

Sigam o Adm: @jeffersoniussif

mais notícias: Clique aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *